Quais as possibilidades de sucesso

Já tentei de tudo e voltei a fumar depois de algum tempo

“Tentei de tudo e voltei a fumar depois, esse tratamento pode me ajudar?” Entre os fumantes tratados com nosso método auricular, os resultados positivos observados superam 70%. Estes resultados são muito encorajadores quando comparados às demais técnicas ou medicações existentes para parar de fumar, cujos resultados, obtidos após um ano, são inferiores a 30%. Os casos de recaída geralmente se devem a problemas emocionais graves, inesperados e em segundo lugar, à curiosidade ou excesso de autoconfiança ao dar eventuais tragadas. Estas razões são totalmente alheias ao método. Por isso, permitem que o mesmo seja aplicado novamente, numa época mais adequada. Recomendamos não fazer o tratamento aos fumantes atravessando uma fase emocional difícil, com distúrbios psicológicos, ou fazendo uso de medicações antidepressivas.

tentei-de-tudo-e-voltei-a-fumar-depois

70 porcento (70%) das pessoas tratadas conseguiram parar de fumar no Instituto Marat

Síndrome de abstinência

Nas técnicas de reposição da nicotina, como goma de mascar (chicletes), cigarro eletrônico, pastilhas, spray nasal e principalmente adesivos de nicotina, nossa observação, de acordo com relatos de pacientes, revela que além das causas mencionadas acima, a principal razão que leva à retomada do vício em muitos casos está ligada à síndrome de abstinência, uma vez que após o término do tratamento por reposição de nicotina, o organismo ressente-se da sua falta, principalmente se o fumante para com a medicação antes de completar o período necessário, voltando o paciente ao cigarro quase que de imediato, se não houver junto acompanhamento psicológico de apoio.

Este efeito não ocorre com o uso de nosso método (ver pergunta nº2 – Técnica auricular para parar de fumar – como surgiu?).


voltar_para_pagina_anterior Voltar para página anterior